quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Parem o mundo que eu quero descer!

Juro que me esforço para ser otimista, para acreditar que o universo não conspira exclusivamente contra mim. Mas cada vez que uma coisa boa acontece comigo, no mesmo instante aparecem duas ou três que acabam com tudo. Definitivamente não nasci para ser feliz.Sei que parece exagero, mas é que tem horas que por mais forte que eu seja, chega uma hora que cansa. Estou cansada de fazer tudo errado, de me comportar feito uma idiota, de amar quem não me ama, de me esforçar e não ser reconhecida, de dar valor a quem não merece, de me preocupar com quem nem lembra que eu existo, de acreditar nas pessoas, de dar importância a quem nem se importa, e mais cansada ainda de saber que o mundo não é esse conto de fadas que eu idealizo e mesmo assim continuar insistindo e acreditando nisso... Pode ser que hoje não tenha sido um bom dia, e que amanhã, assim que eu ver o sol brilhando lá fora, toda essa tristeza que sinto nesse momento tenha desaparecido. Mas agora a única coisa que me resta é procurar consolo junto ao meu velho e bom travesseiro...



"Aos deuses eu me curvo
Nenhum deus contudo
Parece me ouvir
Eles vêem tudo
E te deixam partir"

(Cassia Eller)

Nenhum comentário: