domingo, 13 de abril de 2008

Oscilante, porém constante...

Diante da tranquilidade enorme que sinto nesse momento, não dá nem pra imaginar que há quase 24 horas atrás eu estava levemente embriagada e com todos os meus sentimentos à flor da pele...

Eu me apaixono mesmo...
Me iludo mesmo...
Faço drama mesmo...
Sofro muito mesmo.

Oscilante, porém constante...
Eu vivo mesmo!

Um comentário:

Mr. Fart disse...

Acho que eu já disse e a Gê também: somos coerentes em nossa incoerência.
Vivez la vie!