domingo, 18 de maio de 2008

Mensagem ao Forasteiro

Embora eu saiba que sou um tantinho cruel às vezes, não sou má pessoa. Sei que vez ou outra minhas atitudes impulsivas magoam alguém. Mas por diversas vezes fui magoada também. O que quero dizer é que não acho que eu tenha feito algo tão errado assim. Pessoas erram o tempo todo, sem exceção. Algumas mais que as outras, mas sempre erram, inclusive você. Mas o que diferencia cada uma delas e as torna melhores é a capacidade que algumas têm em reconhecer e admitir os seus erros. O que eu fiz foi me deixar levar por uma emoção, ou várias delas, e tudo isso somado ao calor da hora foi que me fez passar a mão no celular e te mandar aquela mensagem malcriada. Eu sei, não foi certo, mas foi a forma que encontrei no momento de exorcizar o que eu estava sentindo. Você disse que eu não tinha que me sentir culpada. Mas em todo o momento você fez com que eu me sentisse assim. Acho incrível a sua habilidade de me transformar todas as vezes na carrasca da história. Você falou que te ofendi e que te deixei chateado. Mas não leva em conta quantas vezes me magoou... Você sempre diz que eu só vejo o que eu quero. Pois digo que o que vi, foi você correspondendo às minhas investidas e depois caindo fora. Me vi confiando à você meus sentimentos, e você se fechando na sua concha todas as vezes. Enfim, acho que não tenho mais nada a dizer, pelo menos não nesse momento. Não vou pedir desculpas, pois fazendo isso eu estaria admitindo uma culpa que como você mesmo disse, eu não tenho. Talvez nada mais seja como antes. Mas se sou tão especial como diz, acredito que a nossa amizade vai prevalecer. E se ainda houver dúvidas quanto à pessoa que eu sou, peço apenas que olhe nos meus olhos, pois verá que ainda sou a mesma e que o meu coração não mudou.

3 comentários:

Jana Coppieters disse...

Fer, solte o verbo sempre que achar necessário, exorcize seus fantasmas sim e não se sinta culpada por isso. Os homens, salvo raras exceções, têm o poder de fazer com que nos sintamos culpadas por situações desagradáveis, desencandeadas por eles mesmos. É a tal covardia que falamos outrora, lembra?
Só pra concluir, há casos em que ficar amiga somente pode fazer com que a ferida aumente mais ainda.
Um beijo, minha amiga "repolhuda".

Mr. Fart disse...

Bom, hoje não é meu dia. Entrei lá no blogue da Gê para falar, mas o Betão já havia falado tudo. Só olhei e reverenciei. Agora chego aqui e... Ih!, a Jana já disse tudo, também. Sendo assim, deixo meus ósculos respeitosos para ambas, reconhecendo, humildemente, que homem não é bicho bom, não. Aliás, entre as palavras MULHER e MELHOR a questão é só de duas vogaizinhas, não?

MiaTheFaerie disse...

Também tenho tido problemas com alguém. O melhor amigo. Tem fé, também vou ter. As pessoas por vezes mudam de ideias... eu escolho ter fé nisso. Arriscado? Sim. Mas continuo. Só ver mais uma mulher corajosa a exprimir seus verdadeiros sentimentos me ajudou imenso a recuperar a minha fé. Quem sabe... eles talvez mudem de ideias relativamente a nós e nos valorizem.