terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Te acalma doutora!

Respira fundo e conta até dez.
Um
Dois
Três
Quatro
Respira, inspira, vamos lá, continua...
Cinco
Seis
Sete
Só mais um pouquinho...
Oito
Nove
Dez
Pronto...
Passou?

2 comentários:

disse...

Quem me dera resolvesse tudo assim, contando até dez... Nem contando até mil resolveu. Ah, e contar carneirinhos à noite também de nada adiantou comigo: fiquei imaginando qual fugiria, se o lobo chegaria, se o menino ia gritar, o pastor atender e na septuagésima sétima ovelha a pular a cerca quinze foram parar barranco abaixo, sete desapareceram do nada, três, milagrosamente mudaram de cor e as trocentas outras que se seguiram tinham exatamente a mesma cara do aspargo que você me viu plantar. Ninguém merece, né? E no final disso tudo ainda tive que engolir na marra aquele pão com linguiça que não me descia de jeito nenhum. Vai dizer que não tenho uma mente perigosamente criativa agora... rs

Dra. Repolha disse...

Hahaha.
Ô Gê, tu acha que meus problemas acabaram no 10????
Pelas minhas contas já estou lá pelo número 15236584521236... e ainda não passou!!

Eitaaaaaaaaa!!