terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Era uma vez uma menina.
Uma menina com uma flor.
De tanto amar em vão,
A menina então chorou.
Chorou até secar as lágrimas.
Chorou até arrancar a dor da alma.
Chorou até não lembrar mais o porquê que começou.
Chorou até não lhe restar mais muita coisa...
Porém restou-lhe ainda a flor.

3 comentários:

Kelly Jessie disse...

Parece com vc! ^^

rsrs

Pri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dra. Repolha disse...

Olá Pri!
Espero que volte aqui para ler este recado. Bom, cheguei a ler seu comentário... que pena que você o removeu. Mas enfim. Espero que a sua flor continue sendo regada, ainda que seja por lágrimas. Mas o importante é que ela continue a existir. Você disse que vem sempre aqui, pois continue aparecendo. És muito bem vinda.

Eu é que agradeço!