quarta-feira, 23 de dezembro de 2009



Tua poesia chega em mim como um sussurro
Leve sopro a mordiscar o meu ouvido
Um arrepio desperta em mim louco desejo
Meu corpo quente estremece e chama o teu...

2 comentários:

miguELVIS disse...

nuss, Ferzoca, a coisa tá quente por aí mesmo, e depois que li esse verso, esquentou por aqui tbém!!
AHHHH o verão!

Fernanda Souza Watzko disse...

Muito bom! Não esperava menos que isso...