quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Apenas mais uma de amor...

Ela não pensava em nada além de amizade, até que se beijaram pela primeira vez. Houve sintonia, afinidade e desejo. Ele procurava estar sempre perto dela e ela perto dele. Foram noites e dias maravilhosos. Até que um dia ele pediu para conversar. Entre lágrimas disse a ela que não estava preparado para amar. Desde então nunca mais se tocaram ou ficaram a sós. De longe trocam olhares, conversam pouco. Ele sente medo, ela também. Ela o ama em silêncio. Ele não sabe do amor que ela sente. 

4 comentários:

Brupa disse...

acredito no amor mesmo assim..
assim como acredito q ela tb acredita!

Tata disse...

beleza mais triste...

ascka disse...

Ai, que dor.

Brupa disse...

sumida.