quarta-feira, 18 de julho de 2012

Mensagem ao Acaso

"To meio sem graça de brincar. To meio sem graça de falar muita coisa. Acho que muita coisa mudou. Aqui. E ai. Mas, também não dá para esquecer um bom ("bom" no sentido de longo e agadável) tempo de muita identificação, apoio e, porque não dizer, cumplicidade (será que seria a melhor palavra... rs :$). Enfim, Não tenho muito o que dizer, e acho que já falei demais. Estarei aqui, ao longe-perto torcendo para ver em você um rostinho muito feliz. Com Carinho. Acaso!" 

Também acho que muita coisa mudou e também tenho me sentindo um pouco acanhada, talvez por conta da sua nova vida (se é que me entende...rs) ou talvez seja por conta do ciclo natural das coisas, das situações, dos sentimentos... Mas você pode ter certeza de uma coisa, meu querido amigo, não preciso me recordar do "Acaso" pois dele jamais esqueci. Aprendemos e dividimos muitas coisas num momento único, oportuno e muito importante para ambos. Perdoe minha ausência, mas saiba que mesmo "longe-perto" o laço de amizade, cumplicidade e carinho que nos aproximou jamais deixará de existir.


Um comentário:

Anônimo disse...

Agradáveis palavras.
Bom te ver aqui.
Abraço!
Acaso