terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

E ainda dizem que não se faz mais homens como antigamente...

Imagine um homem lindo recitando isso pra você, pois à mim cabe apenas relembrar...

Uma mulher tem que ter qualquer coisa além da beleza
Qualquer coisa que sofre
Qualquer coisa que chora
Qualquer coisa que sente saudade
Um molejo de amor machucado
Uma tristeza que vem da beleza
De se saber mulher
Feita apenas para amar
Para sofrer pelo seu amor
E para ser só perdão

(Vinicius de Moraes)

2 comentários:

Mr. Fart disse...

Olha, Dra. Repolha, é o seguinte: "um homem recitando" pode até ser bom. Imagine, contudo, Vinicius, "O Homem". O: artigo definido, masculino, singular, e bota singular nisso. E a mulher que tenha ouvido isso dele, ou que tenha inspirado esses versos? Ou então o remoinho de idéias dentro daquela alma gigantesca, que gerou um troço desses?
Confesso-me escancaradamente agnóstico; contudo, quando leio Vinicius (e outros gigantes, é claro), fico inclinado a pensar que (1) ou Deus criou uma casta de seres especiais, (2) ou existe mesmo reencarnação, e ele é um espírito milhões de anos mais velho, mais estudado, mais sábio, mais tudo, do que eu, ou então volto para as hipóteses do acaso, e a Natureza de vez em quando gera seres diferentes, uns nefelibatas malucos, que vêm para engrandecer o mundo e depois, infelizmente, vão embora; contudo, deixam uma mensagem que os imortaliza e que, 100, 200, 300, 1000 anos depois, vai continuar a encher o coração e os olhos de quem a leia, ouça e, principalmente, entenda.
Vinicius... eis aí mais um homem que eu amo.
Abraços!

Fernanda Watzko disse...

Mr.Fart
Concordo em gênero, número e grau com o que dizes sobre Vinicius.E há outros assim como ele que deixaram sua obra, suas músicas e poemas que daqui a 1000 anos continuaram embalando os corações apaixonados.