sexta-feira, 9 de maio de 2008

Não está sendo fácil...

Não está sendo nada fácil segurar a onda, e demonstrar para os outros que está tudo bem. Minha cabeça está à mil e o meu coração, ou o resto que sobrou dele, despedaçado. Ainda mais porque eu sou alguém que não consegue esconder o que sente, e o que é...
Mas aqui, é um lugar onde me sinto à vontade para dizer o que estou sentindo. E o que sinto é um misto de mágoa, saudade, tristeza, vazio, e que se multiplica cada vez mais por conta da minha angústia e ansiedade.
Não. O arrependimento nem passa pela minha cabeça, e posso dizer que faria tudo novamente. Mas em consequência dos meus atos ficou apenas o silêncio. Ah! E o silêncio pode ser muito dolorido às vezes...
Não apenas o silêncio do outro, mas o meu próprio, principalmente. Nem sei se o que estou escrevendo faz algum sentido, aliás, qual o sentido disso tudo?

3 comentários:

Mr. Fart disse...

"de repente, do riso fez-se o pranto/silencioso e branco como a bruma/e das bocas unidas fez-se a espuma/e das mãos espalmadas fez-se o espanto..."

Estou aqui torcendo para você superar e voltar às velhas e boas alegrias (mais vivida, mais forte ainda e com coragem).

Abraços!

Me, Myself and I disse...

Fer , o sentido de tudo isso é que você tem que romper com tudo o que te faz mal , rasgar o coração junto com as cartas , com as lembranças , com a falta contida ai dentro .
Sei que é difícil mas tem que ser Fer , faz a fila andar a forceps , usa todas suas forças para sair dessa de uma vez , e verá que em breve a Vida recomeça .
um beijo grande para vc .
Se cuide sempre

Dra. Repolha disse...

Eu sei que a fila tem que andar...
Essa história já ficou chata né?
Mas já tá passando... vai passar!
Obrigada aos dois.

Abraços!!